quinta-feira, 12 de abril de 2012

Eduardo Nicolau e Alcebíades Dantas são homenageados na Assembleia


A Assembleia Legislativa do Maranhão condecorou, nesta quinta-feira (12), com a medalha do Mérito Legislativo Manoel Bequimão, o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) Alcebíades Tavares e o subprocurador Geral de Justiça, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau. A comenda foi proposta pelo deputado Edilázio Júnior (PV) que justificou a iniciativa pelo trabalho desenvolvido no Maranhão pelos dois homenageados. A medalha é concedida a pessoas que tiveram destaque em trabalhos desenvolvidos a favor do estado.
Os dois foram condecorados em sessão solene com a presença de deputados, incluindo o presidente da Casa, Arnaldo Melo (PMDB), a desembargadora Nelma Sarney – representando o presidente do Tribunal de Justiça, Guerreiro Júnior – a procuradora geral de Justiça, Fátima Travassos, o secretário Clodomir Paz – representando o prefeito João Castelo – além do desembargador Gerson Filho, que representou a presidente do TRT, Ilka Esdra.
Alcebíades Dantas, Edilácio Júnior., Chico Gomes, Eduardo Nicolau e Arnaldo Melo durante homenagem na Assembleia
A sessão teve início com o discurso do deputado Edilázio Júnior que resgatou a biografia dos agraciados destacando o lado profissional de cada um. “Tanto o doutor Alcebíades Tavares quanto o doutor Eduardo Nicolau são para mim um exemplo de ser humano e de profissional. Eles merecem essa homenagem”, afirmou o parlamentar.
Em seguida, discursou o deputado Edson Araújo (PHS), que também destacou parte da biografia de cada homenageado. O presidente Arnaldo Melo anunciou o recebimento da honraria. Alcebíades Tavares recebeu a comenda do deputado Edilázio Júnior e o deputado Chico Gomes (PMDB) entregou a medalha ao procurador Eduardo Nicolau.
O deputado Afonso Manoel (PMDB) também foi à tribuna para relatar momentos marcantes entre os agraciados e ele. Segundo o peemdebista, o desembargador Alcebíades Tavares sempre foi um julgador justo que nunca fez diferença entre cores, empresários grandes ou pequenos.
Homenageados
Em seu discurso, Alcebíades afirmou ser o momento da condecoração uma oportunidade de reflexão sobre seus 39 anos de carreira jurídica. “Esse momento serve para que eu possa refletir sobre os meus atos, sobre o trabalho que venho desenvolvendo desde 1973”, declarou emocionado o desembargador.
O subprocurador-geral, que discursou em seguida, disse que o recebimento da medalha representa 32 anos de carreira no Ministério Público. “Essa medalha coroa meus 32 anos de Ministério Público. Ela ficará no meu quadro de honrarias”, disse Eduardo Nicolau.
Ele encerrou sua fala destacando que o reconhecimento concedido a ele não o envaidece, mas traz à tona o sentimento de dever cumprido e desejo de continuar lutando, como agente público, pelo engrandecimento do estado. “Mais que agentes públicos que somos, sejamos aqueles que agem em favor da coisa pública. Viva a solidariedade, viva o amor, viva a liberdade, viva a Casa de Manoel Beckman!”, exclamou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário