domingo, 11 de dezembro de 2016

Prefeitura de Formosa da Serra Negra torrou R$ 2,5 milhões com Transporte Escolar

edmilson
A edição do último dia 6 de dezembro do Diário Oficial do Maranhão ajuda a entender o motivo do prefeito de Formosa da Serra Negra, Edmilson Moreira dos Santos, não ter conseguido a reeleição no último pleito. Comandando uma cidade pequena, o prefeito Edmilson torrou a incrível quantia de R$ 2.487.042 (dois milhões, quatrocentos e oitenta e sete mil e quarenta e dois reais)  com o transporte escolar do município só ano de 2016.
A empresa contemplada com o contrato milionário foi a J. Edmilson da Silva-Me. O contrato foi assinado no dia 4 de março de 2016, com validade de 303 dias.
Com um valor expressivo como este, era de se esperar que o transporte escolar do município de Formosa da Serra Negra fosse um dos melhores do Brasil. No entanto, na realidade, como se sabe, as coisas não são bem assim. 


Feliz Natal

Natal

Morre Dep. Federal João Castelo em São Paulo


Deputado João Castelo
Deputado João Castelo
Neste domingo, dia 11, morreu o deputado federal maranhense João Castelo (PSDB). Ele estava há um mês internado, após passar por uma cirurgia cardíaca.
Castelo estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O tucano havia dado entrada, em outubro, na emergência do Hospital UDI, em São Luís.
Ex-prefeito de São Luís, ex-senador e ex-governador do estado, o tucano deixa seu legado com grande obras que fez na capital maranhense.
Foi durante seu governo que a ponte Bandeira Tribuzzi, o Estádio Castelão (nome alusivo ao próprio governador), o Hospital do IPEM (Dr. Carlos Macieira) e a Italuís foram construídos, além também dos conjuntos Maiobão, Cohatrac e Cidade Operária.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Ex Kartista Geovanne Guerra é baleado em tentativa de assalto



O odontólogo e ex piloto de kart Geovanne Guerra, deu entrada no Hospital São Rafael nesta manhã(01), vitima de dois disparos de arma de fogo numa tentativa de assalto, Geovanne já foi operado e encontra se recuperando em um apartamento da casa de saúde. Logo mais informações sobre o caso.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Todo enrolado, prefeito de Bacuri é afastado novamente do cargo




Prefeito José Baldoino
Prefeito José Baldoino
O prefeito do município de Bacuri, José Baldoino da Silva Nery (PP), foi afastado do cargo por determinação da Justiça. A decisão foi do desembargador Antonio Fernando Bayma Araujo.
O magistrado acatou o pedido da promotora de Justiça Alessandra Darub Alves, que pediu o afastamento do prefeito por um processo de improbidade administrativa.
Não é a primeira vez que Baldoino Nery é afastado. Em dezembro do ano passado, ele foi afastado pelo prazo de 180 dias “em função de eventuais fraudes no transporte escolar”.
O gestor também teve em outubro o bloqueio e a indisponibilidade dos seus bens no valor de mais de R$ 6 milhões.
Baldoino Nery é considerado pela classe política como um dos piores prefeitos do Estado por conta da sua desastrosa administração, que tem um alto índice de rejeição popular.

Clayton Noleto será candidato a prefeito de Imperatriz com apoio de Flávio Dino

Secretário Clayton Noleto
Secretário Clayton Noleto
O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, será o candidato oficial do Governo do Estado à prefeito de Imperatriz.
Blog do Luis Pablo foi informado que o próprio governador Flávio Dino já demonstrou interesse na candidatura do seu auxiliar, que terá o apoio total do governo.
Apesar de toda articulação e movimentação da subsecretária de Saúde, Rosângela Curado (PDT), ela não será candidata de Dino a prefeita de Imperatriz. E sem apoio do governo, Curado poderá ser novamente derrotada – como aconteceu nas eleições de 2012.
Clayton Noleto leva duas vantagens que devem consolidar sua candidatura: a primeira o apoio do prefeito Sebastião Madeira (PSDB) e a segunda por ser do mesmo partido do governador. Isso deixa o secretário bem avaliado na cidade e com grandes chances de vencer a disputa eleitoral.

Empresa que Fernando Sarney nega ser o verdadeiro dono cobra R$ 200 milhões do Governo Flávio Dino


Radar On-line / Por Lauro Jardim
A segunda instância do Tribunal de Justiça julga na próxima terça-feira um recurso do Estado do Maranhão contra uma condenação a pagar à empresa Remoel Engenharia uma dívida herdada da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), privatizada em 2000. Estima-se que a dívida possa chegar a 200 milhões de reais. A Remoel é controlada por amigos de Fernando Sarney, que sempre negou ser o verdadeiro dono da empresa.
Empresário Fernando Sarney
Empresário Fernando Sarney
A propósito, diante da cobrança, Flávio Dino apresentou ao Tribunal de Justiça do Maranhão uma ação direta de inconstitucionalidade contra um artigo da lei que privatizou a companhia elétrica.
Diz o artigo que cabe ao estado assumir as dívidas da companhia que resultem de sentenças de ações judiciais que tenham sido distribuídas entre 31 de janeiro e 9 de maio de 2000, mas que só tenham sido concluídas depois desse prazo.
Dino argumenta que o artigo é inconstitucional porque não definiu o montante das obrigações assumidas, o que seria impossível, já que a lei foi sancionada antes de a Justiça decidir o valor a ser pago em cada uma delas.